logo

A higiene dos focinhos também é um assunto importante.

Algumas raças possuem “dobrinhas” no focinho, o que facilita o acúmulo de umidade e sujeira, podendo levar a proliferação de fungos e bactérias. Isto pode causar problemas de pele, e com a pele exposta a estes microrganismos, causar outras complicações. Por isso a necessidade de atenção especial.

Mesmo raças que não possuam estas dobrinhas, deve-se realizar a limpeza, pois o focinho do cachorro por muitas vezes tem contato com sujeira e água, sendo um fator de risco para o surgimento de problemas.

Normalmente, com o avanço dos problemas na pele, podem ocorrer coceira, vermelhidão, mau cheiro, perda de pelos e surgimento de feridas.

Como realizar a limpeza

Esta limpeza é relativamente simples. É indicada que ocorra pelo menos 1 vez durante a semana, porém algumas raças de cães que possuem muitas dobrinhas nos pêlos requerem uma maior atenção, sendo necessário que se limpe 1 vez ao dia, ou dia sim dia não.

Caso seu cãozinho tome banho em pet shops ou com profissionais de banho que realizem o serviço em sua casa, solicite uma atenção especial quanto à higiene nesta região.

Podem-se utilizar lenços umedecidos, destes que são usados para a higiene do bebê, assim como gazes embebidas em produtos neutros, indicados pelo veterinário. Passe suavemente por entre as dobras, para retirar toda a sujeira. Não utilize muita força, para não machucar o cachorro e gerar uma sensação negativa.

Tão importante quanto a limpeza é a secagem do local. Utilize um algodão ou gaze seca, passando suavemente para retirar o excesso de produto ou água, para que a região não fique molhada e propensa ao aparecimento de fungos e bactérias.

Finalize a limpeza com uma recompensa, como uma festinha com elogios ou com a brincadeira preferida dele.