logo

Assim como a tosa, escovar os pelos dos cães é muito mais que estética, é proporcionar bem estar, cuidar da saúde.

Cães com pelagem média ou longa exigem uma rotina de escovação. Por isso o ideal é acostumá-los o quanto antes, desde filhote.

A formação de nós pode gerar muito incômodo ao cachorro, e até mesmo machucá-lo, caso se coce com uma das patas e acabe “puxando” um desses nós com força. Este tipo de incômodo pode incorrer até em problemas comportamentais, já que algo em sua rotina de vida está diferente.

Em geral, quando se tem formação de nós, retiram-se quase que na totalidade os pelos desta região, podendo deixá-la desprotegida à ação de fungos e bactérias, como impedindo a proteção natural à altas e baixas temperaturas.

Além disso, quando escovamos o cão regularmente, realizamos uma desobstrução, onde podemos avaliar melhor a pele, conseguindo identificar melhor possíveis problemas, como uma dermatite.

Um ótimo benefício também é o momento que você irá interagir com seu cachorro, podendo tornar este instante prazeroso e feliz.

Utensílios

É importante escolher o utensílio ideal para o tipo de pelo de seu cachorro:

Rasqueadeira: Indicada para todos os tipos de cães. As do tipo borracha para aqueles de pelos curtos, e as de aço para os mais longos.

Luva: Usada mais em cachorros de pelos curtos, já que não atinge mais profundamente, pelo tamanho das cerdas. Simula um carinho, fazendo com que ele se adapte mais rápido ao processo.

Escova: Normalmente utilizada em cães com pelagem média e/ou mais dura, pois consegue penetrar melhor nos pelos.

Como escovar os pelos

Assim como em todos os outros processos, inicie o quanto antes os treinos para acostumar o cachorro com a escova e com o manuseio de seus pelos.

Comece apresentando a escova em um momento que o cão esteja cansado ou mais relaxado, para que ele não ache que a escova é um brinquedo. Massageie inicialmente a região traseira, apenas com a parte do cabo, para ele perceber uma sensação prazerosa, de carinho, e não tente pegar com a boca para brincar.

Quando perceber que ele não está se incomodando com este toque, comece a passar a escova de forma bem suave, não com a intenção da escovação em si, mas somente para ele se acostumar com este tipo de equipamento em contato com seu corpo.

Aos poucos, comece a deslizar a escova por todo o corpo, percebendo se existe algum local que o incomode ou o deixe agitado.

Vá realizando este treino até ter certeza de que ele se habituou a todo o processo.

Caso ele continue tranquilo, você já poderá iniciar a escovação em todo o corpo.