logo

Você já deve ter ouvido muitas vezes falar sobre enriquecimento ambiental. No final desta seção, você encontra um vídeo falando um pouco sobre, e dicas de brinquedos que você pode fazer em casa de maneira muito simples! Não deixe de conferir!

Mas você sabe o que significa enriquecimento ambiental, e sua tremenda importância?

Nada mais é que proporcionar ao seu cão o ambiente ideal para que ele possa ter uma ótima qualidade de vida, com atividades que sejam atrativas, desafiadoras, divertidas, e que de alguma forma possa preencher seu dia de forma que se sinta mais tranquilo, menos estressado, e encare o local onde more como o ambiente perfeito para se viver.

Trata-se de estimular o seu cão a utilizar seus sentidos e apurá-los, como olfato, audição, a caça, aumentando sua interação com o espaço onde mora, além de gastar sua energia e o tornando cada vez mais independente de seus tutores.

Esta independência é de extrema importância, pois se temos um cachorro que não faz atividades sozinho, e quer ficar colado no dono o dia todo, e toda e qualquer brincadeira só quer fazer com o dono, temos grandes chances de que esse cãozinho desenvolva ansiedade de separação, não conseguindo ficar sozinho quando da saída das pessoas de casa.

O enriquecimento ambiental pode vir através de modificações em sua casa, com atividades desafiadoras e interativas, e principalmente através de brinquedos, sendo muitos destes fabricados justamente com este intuito.

Muitos dos problemas comportamentais que verifico nos cães dos meus clientes tem relação justamente com a falta de atividades ideais para aquele perfil de animal. Saber identificar isso pode ser uma receita de sucesso para se ter um cão mais equilibrado e tranquilo.

Em alguns casos os próprios cães nos mostram de forma indireta quais seriam as atividades que mais lhe chamam atenção. Cito como exemplo os filhotes que roem móveis de madeira, como cadeiras, pés de mesa, mesinhas de centro, entre outros. Ali ele pode estar demonstrando que necessita de algo mais rígido para roer, pois pode estar tentando aliviar uma dor nos dentes devido à troca da dentição, ou pode estar muito estressado por não ter o que fazer ou ter os brinquedos não adequados para isso. Neste caso, devemos proporcionar algo rígido, e que seja seguro. Os ossos naturais, chifres e cascos de boi ajudam e muito! Tenho dezenas de experiências com clientes hiper satisfeitos após investir nestes itens, agradecendo por seus móveis já não serem mais um alvo.

Lembre-se que roer é uma coisa natural para os cães, e proporcionar um ambiente enriquecido neste sentido é fundamental.

Vejo diversos filhotes que adoram destruir o tapetinho higiênico, picotando todinho. Quando o cachorro não engole os pedaços, busco entregar atividades similares, como picotar papel toalha.

No tipo de atividade acima ou em qualquer nova que você apresente ao seu pet, o quesito segurança deve ser levado bem a sério. Caso seu cachorro seja daqueles que engole qualquer coisa que veja pela frente, é importante avaliar os tipos de materiais que serão fornecidos a ele.

Darei aqui alguns exemplos que podem se tornar bem atrativos a seus peludos.

Cubos de Gelo

Isso mesmo! Cães costumam adorar pedrinhas de gelo. Isso pois com a troca da dentição, o gelo pode proporcionar uma analgesia, diminuindo uma possível dor ou incômodo causado nesta fase do filhote. Monitore sempre as primeiras pedrinhas dadas, para ver se ele não tenta engolir direto. Não é muito comum que isso aconteça.

Cubo de gelo feito com água de coco pode ser bastante interessante também, desde que o veterinário autorize que ele ingira este tipo de alimento.

Brinquedos Naturais

Na seção Enxoval da Chegada, falei sobre os meus preferidos: Ossos, chifres e cascos de boi.

Nestes anos são os itens que vejo ser mais atrativos para os cães. Como possuem textura rígida, geralmente fazem com que o cachorro evite buscar em sua casa algo rígido para roer. Seus móveis agradecem. Além disso, tendem a gastar bastante energia ali.

Brinquedos Interativos

As vezes muitos brinquedos que compramos para os peludos possuem funções, e saber aproveitar isso ao máximo pode ser a receita para que seu cão goste ainda mais de uma atividade que você o proponha.

Existem modelos que fazem algum tipo de barulho, como o de chocalho ou apito. São estímulos sensoriais que podem ser bem atrativos. Alguns outros são para rechear, com petiscos, ração ou até mesmo frutas.

Já alguns são os chamados brinquedos inteligentes, mais tecnológicos, com a função de entreter por mais tempo seu cachorro. Quanto mais entretido em algo, maiores as chances de o animal não fazer “besteiras” pela casa, e de não exigir o tempo todo sua atenção, principalmente em momentos em que você não possa brincar com ele.

Brinquedos “Reciclados”

Neste item não digo propriamente em comprar brinquedos que utilizem como matéria prima algo reciclado.

Falo mais em coisas do dia a dia que jogaríamos no lixo, e podem se tornar ótimos brinquedos.

Falo isso sobre garrafas pet, caixas de ovo vazias, caixas de papelão e até mesmo meias velhas. São diversas as possibilidades, porém levando em conta sempre a segurança, para que o pet não ingira algum material que possa ser nocivo à sua saúde. No vídeo abaixo dou algumas ideias de brinquedos.