logo

Esta importante etapa para alguns papais ou mamães de primeira viagem pode ser um pouco difícil.

Um dos primeiros pontos que levamos em conta é o emocional, afinal, estaremos escolhendo o profissional que cuidará da saúde do nosso peludo. E como confiar esta responsabilidade a alguém que você não conhece, não tem referências, não sabe como é o seu trabalho?

Claro que pode ser uma preocupação exagerada, mas super normal em sentir. No geral existem ótimos profissionais no mercado nas mais diversas especialidades.

Em alguns casos, quando já teve um cachorrinho que passou pela sua casa, é muito provável que já conheça um médico veterinário e talvez este mesmo será o profissional que cuidará do novo membro que está chegando.

Em outros, não conhecemos e não temos referência de nenhum, e acabamos buscando indicações de parentes, amigos, ou até mesmo pela internet, através de pesquisas em buscadores ou em redes sociais. Claro que receber uma boa referência pode ser uma ótima pedida. Mas será que o que é bom para um, será bom para você?

Por isso, levantaremos alguns aspectos que podem lhe ajudar nesta importante fase.

Atendimento / Comunicação / Distância

Alguns tutores, quando não buscam ou recebem alguma referência, buscam um médico veterinário próximo à sua residência. Pode ser vantajoso pela proximidade, porém deve se analisar determinadas condições.

Uma grande vantagem é o deslocamento. Alguns cães não curtem andar de carro inicialmente, pois podem apresentar enjoos e de certa forma não fazer uma associação positiva com o carro. Temos um tópico em “Viajando com seu cachorro”, onde fornecemos algumas dicas.

Essa clínica possui atendimento 24 horas? Já se deve pensar nisso em um caso de emergência.

Trata-se de um local com boas condições de higiene? Com funcionários que recebem bem a você e seu peludo?

Qual foi a sua primeira impressão no tato deste profissional com você e com seu cachorro? Teve uma boa comunicação, soube se mostrar atento, utilizando um linguajar de fácil atendimento? Avaliou seu cachorro com preocupação e zelo?

Quando falo em tato, não precisa ser um profissional que vai encher seu cão de carinhos, falando bonitinho (como uma voz quando falamos com bebês). Falo mais sobre buscar fazer uma avaliação completa, demonstrar vontade em conhecer melhor seu cão, passar todas as orientações possíveis para que sua saúde esteja sempre em ótimas condições.

Interessante saber também se este profissional se disponibiliza a tirar uma dúvida ou outra via telefone ou whatsapp por exemplo. Mas entenda, possuir o contato do veterinário de seu cachorro não significa que em qualquer dúvida você deve entrar em contato. Lembre-se que ele é um profissional, geralmente com muito pouco tempo disponível, e que não estará à disposição a todo momento. Devemos ter esse tato nesse sentido.

Na dúvida se um profissional não está atendendo suas expectativas, não hesite em buscar um novo.