logo

A Escolha da Raça

Quando tomamos a decisão de comprar ou adotar um cão, por vezes levamos em conta o apelo emocional, de ao bater os olhos em um e pensar: “Você vai ser meu cãozinho”. Em outras, buscamos uma raça específica, a qual sempre quisemos ter, seja por suas características físicas ou comportamentais.

Antes de tudo, é interessante avaliar o seu estilo de vida e pesquisar bastante sobre as características da raça do cão que você quer adquirir.

Normalmente buscamos por aspectos específicos, tais como uma raça que não lata muito, que seja mais calma ou agitada, que seja brincalhão ou um cão de guarda. Entretanto, deve-se levar em conta que cada um tem o seu temperamento, sua personalidade, não sendo uma regra que em uma raça com determinada característica, 100% dos bichinhos as terão. Já no caso dos cães sem raça definida, os vira-latas, dificilmente terão atributos pré-definidos.

Quando buscamos determinadas raças, sabemos previamente o tamanho aproximado que o cãozinho terá. Não é muito o caso dos vira-latas, que podem nos surpreender à medida que vão crescendo.

Caso você more em um apartamento pequeno e opte por uma raça de porte grande, este pode não ter espaço suficiente para realizar suas atividades. Nada impede que você tenha um cão deste porte, porém sempre deve se pensar em atender todas as suas necessidades.

Se você tem um perfil nada caseiro, adora passeios ao ar livre, caminhadas, corridas, praticar esportes e gostaria que seu cão o acompanhasse nestas atividades, deve optar por raças que sejam compatíveis com esse estilo de vida. Algumas raças em específico, por características físicas, não conseguem acompanhar atividades mais “pesadas”, caso dos braquicefáficos, por exemplo.

Determinadas raças de cães possuem algumas tendências genéticas, como predisposição a doenças de pele, problemas articulares, assim como alguns comportamentos bem característicos. Quanto mais pesquisar e melhor conhecer as características da raça, menos surpresas terá ao longo do seu convívio com o cãozinho.

No caso de uma adoção, o interessante é conversar bastante com o responsável pelo abrigo e tentar buscar mais detalhes sobre seu comportamento. Em casos de resgate de um cão de rua, não teremos esta possibilidade. Porém, nosso material está aqui para lhe ajudar em qualquer dificuldade que possa surgir e assim descomplicar e melhorar sua vida e sua relação com o cão.

Independente da raça, é de extrema importância que você saiba que agora uma vida depende de você. Ele precisará de comida, água, um local para dormir, brinquedos, atividades, carinho, atenção, etc. Trata-se de uma decisão importante, e não custa nada dedicar um pouco de tempo para pesquisar o histórico e características de determinada raça.

No caso de cães de raça, é de suma importância visitar o canil, averiguar as condições gerais em que seu futuro cãozinho e seus pais vivem, para ter certeza que enquanto ele ainda está com sua mãe, tudo que é necessário seja provido a ele.

Caso esteja pensando em adotar, não é difícil encontrar na internet Ongs e grupos de resgate de cães. Há diversos sites disponibilizando para adoção, como o amigonaosecompra.com.br